​FARSANTE: Falso técnico em enfermagem é detido em São Leopoldo

  • 30/09/2019
  • 0 Comentário(s)

​FARSANTE: Falso técnico em enfermagem é detido em São Leopoldo

A guarda municipal capturou o homem, de 54 anos, Hospital Centenário

A Guarda Civil Municipal (GCM) de São Leopoldo deteve na tarde da última sexta-feira um homem que se passava por técnico em enfermagem do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O farsante, de 54 anos, tinha, inclusive, um uniforme completo e crachá muito semelhantes aos usados pelos socorristas do serviço. Horas antes de acabar detido, o homem, uniformizado como um servidor do Samu, havia se envolvido em uma confusão na 27a Coordenadoria Regional da Educação.

A polícia chegou a ser acionada, mas o homem fugiu do local deixando para trás uma motocicleta. À tarde, com uma roupa do bloco cirúrgico do Hospital Regina, luvas e máscara pendurada no pescoço, ele foi até a base do Samu, onde pediu por um copo de água. Desconfiados, servidores do órgão avisaram a GCM. Quando os agentes chegaram no local, o homem havia entrado no Hospital Centenário para trocar de roupa. No HC ele foi abordado e detido.

Roberto Tyska Bueno,Coordenador do Samu leopoldense, conta que já havia sido informado da suspeita sobre um homem uniformizado que tripulava uma moto pelas ruas da cidade. "Pensávamos que fosse algum colega de outra cidade, se deslocando de casa para o trabalho, mas era muito mais grave. Por sorte não praticou nenhum crime mais grave, usando do nome da instituição", salienta Tyska.

Homem foi liberado após prestar depoimento

Segundo o titular da 1a Delegacia de Polícia (1a DP) da cidade, o delegado Marcelo Kaner Teixeira Nunes, em depoimento o homem disse estar com a carteira de habilitação cassada e que se utilizava dos uniformes e crachás para não ser parado em blitze e barreiras policiais. Após prestar esclarecimentos, ele foi liberado ainda na sexta-feira e o material apreendido. Conforme Nunes, o farsante, que é morador de São Leopoldo, tinha antecedente por furto no ano de 1998 e foi autuado por contravenção penal por fingir ser funcionário público. "Se ele usasse do uniforme para cometer outro crime mais grave, responderia pelo outro delito, sendo aplicada uma pena mais severa", explica o delegado.

0 Comentários


Deixe seu comentário


Aplicativos


Locutor no Ar

Alexandre Rocha

Flash Night

00:00 - 06:00

Peça Sua Música

Nome:
E-mail:
Seu Pedido:


Top 5

top1
1. Iza

Brisa

top2
2. Aline Barros

Autor Vida

top3
3. Lé Magalhães

Brega com Pinga

top4
4. Naiara Azevedo

Rapariga Digital

top5
5. Dilsinho Feat. MC Kevinho, Dennis DJ

Rola Um Love

Anunciantes